5G vai criar 200 mil empregos na indústria, calcula ABDI

Fonte: convergenciadigital.com.br

O crescimento econômico proporcionado pelas redes 5G precisa ser acompanhado por investimentos do poder público em segurança cibernética e capacitação dos trabalhadores. A avaliação é de parlamentares e especialistas que participaram nesta quinta, 18/11, de audiência pública promovida pela Comissão de Ciência e Tecnologia  do Senado Federal. A implantação da rede 5G no Brasil é o tema escolhido como política pública a ser acompanhada neste ano pelo colegiado.

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) deve apresentar o relatório final sobre o acompanhamento da política pública até o dia 9 de dezembro. Para o parlamentar, os benefícios gerados pela tecnologia 5G devem mudar as formas de produção e os modelos de negócio ao redor do mundo. Ele cita como exemplo a adoção de tecnologias como inteligência artificial, robótica, internet das coisas, computação em nuvem e realidade virtual. Prates destacou, no entanto, que é preciso garantir a segurança de todas essas aplicações.

“Qual a segurança que temos hoje? Os dados pessoais dos cidadãos e das empresas estarão todos protegidos? A vulnerabilidade das redes de comunicação pode permitir ataques criminosos nos mais diversos setores, que podem resultar em prejuízos incalculáveis. O que se deve fazer para tornar as redes de comunicação mais seguras?”,  questionou.

O diretor da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) Arthur Pereira Sabbat alertou para os riscos à privacidade de informações pessoais e de empresas. Ele lembra que as rede 5G devem proporcionar um “aumento vertiginoso” no tráfego de dados, que precisam ter a segurança preservada.

“Haverá aumento na coleta e nas operações de tratamento de dados, uma vez que esses equipamentos necessitam de variadas quantidades de dados pessoais para serem eficientes a seus proprietários e oferecerem a comodidade a que eles se propõem. A segurança cibernética não existe sem a proteção dos dados pessoais e vice-versa. Isso se tornará mais evidente com a implantação das redes 5G”, afirmou.

O diretor-geral da empresa Kryptus, Roberto Gallo, estima que o 5G representa uma promessa de desenvolvimento econômico de US$ 13,2 trilhões até 2035. Um dos desafios, segundo ele, é garantir os mecanismos de proteção no ambiente virtual.

 

LEIA MAIS: 5G vai criar 200 mil empregos na indústria, calcula ABDI – Convergência Digital – Telecom (convergenciadigital.com.br)

LGPD

A consultoria LGPD da Kryptus vai muito além do diagnóstico de conformidade.


Somos capazes de entregar uma implantação que agrega todo o projeto de consultoria.