Kryptus participa do Exercício Guardião Cibernético 3.0

Kryptus participa do Exercício Guardião Cibernético 3.0, maior operação de ciberdefesa do Brasil

Empresa vai disponibilizar durante o treinamento tecnologia preditiva contra ações adversariais

A Kryptus, multinacional brasileira especializada em segurança cibernética e criptografia para aplicações militares, governamentais e empresariais, participará, entre os dias 5 e 7 de outubro, do Exercício Guardião Cibernético 3.0, maior treinamento de segurança cibernética do Hemisfério Sul, que envolverá 350 pessoas de 58 organizações públicas e privadas. 

O Exercício Guardião Cibernético 3.0 é coordenado pelo Comando de Defesa Cibernética (ComDCiber) e consta do calendário do Ministério da Defesa como parte da estratégia nacional de segurança do país. Trata-se de um exercício simulado de atividades práticas de proteção cibernética, com a participação de líderes e de especialistas de tecnologia da informação. Em uma plataforma virtual, é instalado um cenário hiper-realista, criado sob medida, onde são realizados os ataques. Os participantes precisam tomar decisões em tempo real para defender as infraestruturas críticas instaladas no cenário.

Segundo Roberto Gallo, CEO da Kryptus, a empresa vai disponibilizar dentro do Guardião Cibernético tecnologia preditiva contra ações adversariais. “A ferramenta será utilizada por um grupo selecionado dentro do exercício. Os ganhos serão tanto para este grupo que terá contato com tecnologia com características únicas no mundo, quanto para a empresa que poderá incorporar os feedbacks recebidos”, enfatiza.

Gallo destaca que o Exercício Guardião Cibernético é uma atividade de alto nível equiparada aos principais exercícios internacionais como, por exemplo, o exercício cibernético da OTAN Locked Shields, que neste ano foi realizado em abril, e o Ciber Perseu, de Portugal. 

Um dos focos principais dos exercícios neste ano serão as infraestruturas críticas, ativos e serviços essenciais para a economia que envolvem áreas como água, energia, comunicações, financeiro, transporte e nuclear, que cada vez mais vêm sendo alvos de ciberataques.

HSM: kNET

Kryptus kNET é um Módulo de segurança de hardware (HSM) com certificação ICP-Brasil e FIPS certificado, que protege aplicativos críticos protegendo chaves e softwares sensíveis com desempenho de nível superior.


ÚNICO HSM NATIVO KMIP