Sirius aprimora solução de gestão de documentos com cloud HSM da Kryptus

Certificação digital do portal Totaldocs é uma das mais seguras do mundo

Ao investir na segurança como diferencial na oferta de certificação digital, a Sirius, especializada em soluções para composição de documentos personalizados e gerenciamento de produção, integrou ao Totaldocs o HSM em nuvem da Kryptus, multinacional brasileira provedora de soluções de criptografia e segurança cibernética. Com o HSM as a service, o Totaldocs gera assinaturas eletrônicas qualificadas dentro do padrão da ICP-Brasil.

O portal Totaldocs coleta assinaturas eletrônicas, realiza aceite digital e entrega certificada com carimbo do tempo, além de unificar os canais de atendimento dos clientes e mapear os caminhos percorridos pelo usuário, recebendo, registrando e documentando todas as interações. O HSM é requisitado para assinar o resumo criptográfico do documento com a respectiva chave privada do certificado A3 no ambiente seguro do dispositivo, devolvendo assim, a assinatura para a aplicação. Os documentos emitidos pela Totaldocs são Long Term Validation (LTV) e não podem ser alterados ou editados depois de certificados e fechados em PDF. Dentro da solução em nuvem da Kryptus, a assinatura da plataforma é uma das mais seguras do mundo. “Antes tínhamos parceria com uma empresa estrangeira que nos ajudava com a certificação LTV. Quando o documento não é LTV, a Adobe precisa ir até a origem do certificado para averiguar se ele ainda é válido”, explica Davis Feler, CEO da Sirius. “Quando procuramos a Kryptus”, continua, “buscávamos uma solução que fosse compatível com o padrão Adobe.  Agora, com nosso termo, não é preciso a Adobe fazer nenhuma averiguação, pois já certificamos o documento e ele não pode mais ser editado, pois já está fechado no PDF e sua validade não expira”.

Há três décadas no mercado, a Sirius produz mais de 2 bilhões de documentos por ano e fornece soluções aos setores público e privado, dentro e fora do país. Além da integração com a Adobe e de oferecer um preço mais competitivo que do antigo fornecedor, outra necessidade da empresa atendida pela Kryptus foi adequar os certificados digitais do Totaldocs aos padrões da ICP-Brasil e oferecer o certificado A3, emitido diretamente no HSM  pela CertiSign, o que facilitou a adesão de clientes do setor de governo e da área financeira. “A flexibilidade comercial oferecida pela Kryptus de prover serviço na nuvem com certificado A3 é algo que procurávamos há bastante tempo”, destaca Feler. O executivo também ressalta a opção da Kryptus de disponibilizar o hardware dentro das empresas que contratam a solução Totaldocs. “Oferecer o on premise junto com o software dá aos clientes a possibilidade de usar assinatura eletrônica própria na hora da certificação, tudo dentro de um ambiente criptografado e compatível com Adobe, que reconhece internacionalmente todas as chaves da ICP-Brasil”.

Outro diferencial da plataforma Totaldocs é o Aceite Digital, que funciona como um formalizador no momento em que o usuário aceita os termos e condições de um documento eletrônico, com as evidências de IP, geolocalização e token. Depois de fechado em PDF, o documento pode ser consultado a qualquer momento. “A solução é bastante demandada por empresas de operações financeiras do governo e também por autarquias. Na esfera privada, oferecemos para seguradoras, bancos e outros clientes do segmento financeiro. É ideal para open banking, fintechs e open insurance, que precisam de entrega rápida para o cliente, além de poder ser usada como API, integrada ao sistema da empresa”, esclarece o CEO da Sirius.

O modelo de HSM as a service está alinhado à forma de licenciamento da plataforma Totaldocs, que cresce de acordo com a necessidade de cada cliente. “Esse alinhamento permitiu escalabilidade e maior flexibilidade para atender as oportunidades, além da redução de custo, pois não há necessidade de contratação a cada nova operação, o que antes nos impedia de entrar em concorrências de licitação”, diz Feler. “Com isso, podemos agora oferecer nossas soluções também como commodity, em grande volume, com a vantagem da segurança em ambiente criptografado”, completa.

A partir dessa parceria com a Kryptus, a Sirius projeta metas ambiciosas para expandir sua operação. “No Brasil, queremos impulsionar nossa oferta e dobrar o universo de clientes ainda este ano, além de ampliar a atuação em mercados internacionais, como Espanha, Argentina e Estados Unidos, país onde já temos atuação. Esperamos exportar em torno de 20%”, finaliza Feler.

HSM: kNET

Kryptus kNET é um Módulo de segurança de hardware (HSM) com certificação ICP-Brasil e FIPS certificado, que protege aplicativos críticos protegendo chaves e softwares sensíveis com desempenho de nível superior.


ÚNICO HSM NATIVO KMIP

LEIA OUTROS CONTEÚDOS RELACIONADOS